sábado, 19 de março de 2011

Duvidinhas de Sábado


Olá, povo! Vamos a algumas questões que andam perturbando meus seguidores no Twitter e que, com certeza, suas soluções ajudarão muita gente!

NADA HAVER / NADA A VER
- Pela Hóstia... Quando "nada a ver" tiver como contrário "tudo a ver", temos o pronome NADA + preposição A + verbo VER.
Ex.: Eu nao tenho nada a ver com a vida dos outros. (Ah, se o povo pensasse assim...)
- A expressão NADA HAVER não é utilizada com essa intenção.

RUSSO / RUÇO
- Interessante... Você deve estar pensando: e existe RUÇO com Ç? Existe sim!
- RUSSO é utilizado para referir-se a coisas que têm origem na Rússia.
Ex.: O povo russo não dança forró.
- RUÇO é utilizado quando quero dizer que algo é difícil...
Ex.: Fazer academia é ruço!

ENFARTE, INFARTO ou ENFARTO?
- Acredite... Todos os três casos são possíveis e aceitos. O que não rola é escrever: "Fulano sofreu um infarte!" Aí é de enfartar mesmo!

INFLIGIR ou INFRINGIR?
- INFLINGIR é utilizado quando se atribui um castigo a alguém.
Ex.: Ela nos infligiu a pena de não bebermos durante o Carnaval. (Sangue...)
- INFRINGIR é utilizado quando significa desobedecer.
Ex.: Mas eu infringi a pena e bebi um pouco. (Acreditemos!)

É isso, minha gente... Seguem as dicas que têm TUDO A VER com o bom uso da Língua. Assim, não ficará RUÇO comunicar-se com excelência e evitaremos INFARTOS por INFRINGIR as normas do amado Português. (Triste essa combinação que fiz, mas "tá" valendo!)

Beijos em todos!

2 comentários:

  1. kkkkkkkkk.. gostei d+! Soluções cômicas pra dúvidas drásticas..Obrigada!

    ResponderExcluir